sexta-feira, 27 de julho de 2007

Evolução de Sistemas de Informação



Não obstante a evolução da disciplina Sistemas de Informação, muitos colegas ainda estão presos aos velhos conceitos desta área de conhecimento. Surgida, inicialmente, nas Escolas de Computação, a disciplina penetra depois nas Escolas de Administração dos Estados Unidos, quando houve uma forte influencia gerencial em Sistemas de Informação. Portanto, a visão rígida (hard) de sistemas de informação durou muitos anos, diante da forte influência da computação e da matemática, advindas das Escolas de Computação e da Ciência da Administração.

A partir dos anos 80s é que a disciplina sofre uma forte influencia da área de comportamento organizacional e, a partir dos anos 90s, da Economia e do Marketing. Por conta disto, a disciplina sempre foi orientada pelo enfoque positivista e dominada pelos profissionais da área de computação. Contudo, não se pode esquecer que já no final dos anos 80, a disciplina começa a receber os primeiros ataques, como os que foram feitos ao enfoque positivista, a partir do início do século passado.

Portanto, mais recentemente surgem duas visões em Sistemas de Informação: uma rígida (hard), influenciada pela ciência da computação e outra leve (soft), influenciada principalmente pela ciências comportamentais. Com isto foi possível considerar Sistemas de Informação como parte de um sistema social e não apenas como um software. Infelizmente, para muitos colegas, Sistemas de Informação ainda é visto como uma ferramenta, um soft ou programa, sendo os ensinamentos neste campo muito limitado dentro desta perspectiva. Foi muita luta para tirar a disciplina das amarras dos que desejam considerá-la como aplicações computacionais.

Apesar da interação entre Sistemas de Informação e a Organização, é aqui onde se depara com a problemática maior. Se para muitos a visão de Sistemas de Informação é limitada, a de organização é mais ainda, uma vez que o conceito de organização para muita gente é um conceito estático e rígido. Por conta disto, a pesquisa em Sistemas de Informação no Brasil tem pouca ou nenhuma utilidade. Portanto, ao contrário dos países desenvolvidos, os nossos pesquisadores precisam avançar muito nas teorias da organização, de modo que a nossa pesquisa em Sistemas de Informação seja mais consistente.

Com o surgimento da Internet, os estudos de Sistemas de Informação já vão além dos conceitos de organização, penetrando no conceito de sociedade. Mais recentemente, surgiu uma outra disciplina, denominada de Informática Comunitária e semelhante aos Sistemas de Informação, mas que se preocupa com o estudo da aplicação das Tecnologias de Comunicação e Informação (TICs) relacionado com as questões sociais, econômicas, políticos e culturais para alcance dos objetivos comunitários. Assim, enquanto os sistemas de informação se limitam aos setores do governo e das corporações, os sistemas de informação comunitários tem uma visão mais ampla, buscando ampliar a democracia e o desenvolvimento econômico e social. Mesmo assim, não se pode estudar sistemas de informação, perdendo de vista a necessidade de integrar a tecnologia com o trabalho de justiça social, da mesma forma que a Informática Comunitária está integrando os insights da Sociologia, Psicologia Social, Antropologia, entre outros campos do conhecimento, visando o atendimento das comunidades.

O quadro abaixo e os textos indicados facilitam a compreensão da evolução da disciplina Sistemas de Informação.




Textos:
1. Rodrigues Filho, J.; Ludmer, G. Sistema de Informação – Que Ciência é Essa? Revista de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação
Journal of Information Systems and Technology Management,Vol. 2, No. 2, 2005, pp. 151-166 ISSN online: 1807-1775
Disponível:
www.jistem.fea.usp.br/index.php/jistem/article/viewPDFInterstitial/19/17

2. Rodrigues Filho, J. O Conceito de Organização na Pesquisa em Sistemas de Informação no Brasil e Países Escandinavo.

5 comentários:

Renato Barbosa disse...

Valeu a pena ler a materia e vou ler os artigos indicados, mas seria interessante que o quadro mencionado no último parágrafo fosse exposto em seguida ao texto.

Anônimo disse...

JRodrigues,
parabéns pelo blog. É muito importante contarmos com acadêmicos da área empenhados em organizar, de alguma forma, o mar de informações sobre a área de SI em que estamos imersos. Bom trabalho.
um abraço,

do colega
Alexandre Graeml

Gabriela Carvalho disse...

Sr. Professor José Rodrigues,sou sua aluna na UFPB e gostaria de comentar, através dessa oportunidade, sobre a real importância do seu trabalho concordando com suas afirmações com relação ao entendimento leigo que a sociedade em geral possui sobre os conceitos,as funções e principalmente a importância das organizações no meio social.Com certeza essa visão não-positivista tem muito a contribuir e acrescentar à sociedade,valorizando suas necessidades e aspirações,e pricipalmente suas capacidades.

Anônimo disse...

Genial post and this fill someone in on helped me alot in my college assignement. Say thank you you for your information.

Anônimo disse...

Este foi um bom artigo para ler, obrigado por compartilhar isso.