domingo, 19 de agosto de 2007

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO – DSI


Apesar da importância do Desenvolvimento de Sistemas de Informação (DSI) como um dos componentes básicos da disciplina de Sistemas de Informação (SI), os livros textos de SI nem sempre tratam do assunto de uma forma completa e compreensiva.

Com isto, as falhas dos sistemas de informação são omitidas, oriundas em geral da fase de desenvolvimento, passando-se a imagem ou idéia para os estudantes de sistemas de informação de que os mesmos sempre funcionam de forma maravilhosa e perfeita.

Além disto, a visão determinista da tecnologia é reforçada, a qual tenta mostrar o quanto a tecnologia está afetando a sociedade. Mas será que o contrário não ocorre, ou seja, será que a tecnologia não é afetada pela sociedade? A visão determinista parte do princípio de que o homem deve se adaptar à tecnologia. Contudo, o mais correto seria que a tecnologia se adaptasse às necessidades humanas. Ora, se muitos sistemas de informação falham, por que se tem que a eles se adaptar? Isto significa um sofrimento para o ser humano.

A literatura tem mostrado que o índice de falhas de alguns projetos de tecnologias do modismo administrativo, a exemplo das tecnologias de CRM, Business Intelligence e de Apoio às Decisões, corresponde a mais de 50% (cinqüenta por cento). Muitas vezes o que é proposto como solução para as empresas termina sendo evidenciado como mais um problema. Apesar da existência de toda tecnologia, estamos vivendo num mundo marcado por problemas e não por soluções. Por conta disto, surgem as preocupações com o componente de desenvolvimento, que ainda continua enfatizando as metodologias tradicionais de DSI. Tais metodologias enfatizam apenas as questões técnicas de desenvolvimento, que são importantes, mas as questões sociais são mais ainda.

Neste sentido, os livros textos de sistemas de informação ao tratarem do DSI não deveriam se limitar apenas a apresentar as metodologias tradicionais de DSI, a exemplo da análise estruturada e o chamado ciclo de vida tradicional. As metodologias alternativas ou novas, que tratam mais das questões sociais, deveriam ser enfatizadas. Da mesma forma que é importante tratar da análise de requisitos numa metodologia tradicional, é mais do que importante tratar dos requisitos sociais. Em resumo, o DSI deve enfocar tanto as questões técnicas quanto organizacionais, sociais e políticas, geralmente esquecidas pelos desenvolvedores de tecnologias.

É preciso esclarecer que sem tecnologia a sociedade perde o seu potencial, mas sem uma direção social, a tecnologia não floresce como deveria. Sem dúvida, os sistemas de informação afetam a sociedade, mas o quanto os conceitos humanos e sociais afetam os sistemas de informação, o seu desenho, uso e avaliação devem fazer parte dos estudos de DSI.

Se as pessoas muitas vezes não estão dispostas a aceitar e usar os sistemas disponíveis ou se o medo de computadores, confiança, resistência a novas tecnologias e a falta de compreensão da importância de novas tecnologias tendem a limitar o uso delas dentro das organizações, podemos reconhecer o quanto a tecnologia pode ser afetada pela sociedade.

Por esta razão não se pode mais continuar desenvolvendo sistemas de informação para as pessoas, mas com as pessoas, resgatando a condição humana que tem sido relegada como secundária em relação à tecnologia.

terça-feira, 7 de agosto de 2007

Síndrome de Peter Pan em Sistemas de Informação


Recentemente, dois renomados pesquisadores (Monod & Boland) questionaram a existência da síndrome de Peter Pan na disciplina de Sistemas de Informação (SI). Na psicologia a recusa em crescer tem um nome – Peter Pan - e se aplica a milhares de adultos que refutam assumir responsabilidades pelo próprio futuro e de não se desenvolverem como tais.

Para estes autores, a disciplina de SI não vai crescer, a menos que rompa com a sua própria história, ou seja, chegou o tempo de SI parar de repetir sua história e a história da física clássica. Assim, enquanto o prêmio Nobel Neisenberg, referindo-se à física, disse que não podemos escapar da interpretação, em SI o pensamento dominante é o de se apoiar nos princípios de causalidade e objetividade, em defesa da racionalidade e de decisões ideais.

Causalidade é a crença na determinação, ou seja, para se descrever um fenômeno devemos nos apoiar na análise de causas. Assim, o princípio da causalidade nos leva a explicação dos fenômenos, isto é, a previsão com certeza. Na física contemporânea, causalidade e objetividade foram substituídas por relações de incertezas e pelo princípio da complementaridade.

Por conta disto, as críticas recentes feitas a disciplina de SI são as de que estamos produzindo um conhecimento que não resolve problemas práticos, visto que se quer saber de tudo sobre o nada. A crença da disciplina de SI na racionalidade e a existência física de nosso objeto de pesquisa nos deixam cegos sobre nosso envolvimento em trazer à tona nosso objeto de pesquisa e nossas limitações sobre o que se pode conhecer.

Portanto, enquanto na física se questiona a objetividade, em SI continuamos defendendo a racionalidade e a objetividade. Embora Herbert Simon, outro Prêmio Nobel na área de Economia, tenha tratado da racionalidade limitada, é lamentável que na área de SI, a racionalidade nunca é questionada ou confrontada na prática. Enquanto consumidores de uma literatura baseada em suposições positivistas, principalmente de origem Americana, dificilmente alcançaremos, pelo menos ao curto prazo, o desaparecimento da síndrome de Peter Pan em SI.

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Reforçando a Divisão Digital e Arruinando a Democracia

O tema "Custos do Voto Eletrônico no Brasil - Reforçando a Divisão Digital e Arruinando a Democracia" será discutido durante a nossa participação no V VOTOBIT, a ser realizado em Monterrey, México.


V VOTOBIT

COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE VOTAÇÃO ELETRÔNICA

Os colóquios internacionais do VOTOBIT constituem um ponto de encontro de pessoas e instituições interessadas no desenvolvimento de procedimentos eletrônicos de votação. E uma iniciativa do Observatório do Voto Eletrônico (OVE), com sede na Universidade de Leon, Espanha. Especialistas de varias áreas de conhecimento tais como direito, ciência política e informática, além de representantes de instituições eleitorais de diversos paises, são convocados para por em dia o que se passa com o voto eletrônico. Em setembro de 2007 estará sendo realizado o V VOTOBIT, tendo quatro outros colóquios ocorridos na Espanha e no México, desde 2003.

Desta feita, o V VOTOBIT está sendo organizado pelo Observatório do Voto Eletrônico (OVE), o Instituto Eleitoral e de Participação da Cidadania de Coahuila (IEPCC) e a Comissão Estatal Eleitoral Novo Leon (CEE) e será realizado na cidade de Monterrey no México.

O objetivo deste V VOTOBIT consiste de uma análise da situação atual do voto eletrônico na América Latina e contará com representantes dos principais países que implantaram e experimentaram o voto eletrônico tais como Venezuela, Brasil, Paraguai e México. Durante o encontro serão colocadas diferentes perspectivas, com apresentação em três painéis, além da conferencia de encerramento.

Será uma honra para os organizadores poder receber todos na Cidade de Monterrey, Nuevo León, México, e poder compartilhar um espaço de discussão, diálogo, conhecimento e propostas em torno do voto eletrônico.

quinta-feira, 2 de agosto de 2007

CONFERÊNCIAS: e-DEMOCRACIA e VOTO ELETRÔNICO

Embora o Brazil tenha sido o primeiro país do mundo a ter realizado uma eleição eletrônica em larga escala, o voto eletrônico é pouco discutido no país. Para se ter uma idéia da importância dada ao tema por outros países, ainda com pouca experiência no assunto, vale mencionar que entre setembro e novembro do corrente ano, três conferências internacionais estarão sendo realizadas, sendo duas delas na Europa e outra no México.

A Conferência do México (V VOTOBIT), com a participação do Brasil, será realizada na cidade de Monterrey. A Conferencia VOTE-ID será realizada em Bochum, na Alemanha e a Conferencia sobre Democracia Eletrônica será realizada na Suécia. Maiores informações sobre os temas destas conferencias estão nos sites abaixo:


V VOTOBIT
Coloquio Internacional sobre Votación Electrónica
ORGANIZAN: Observatorio de Voto Electrónico (OVE)Comisión Estatal Electoral Nuevo León (CEE) e Instituto Electoral y de Participación Ciudadana de Coahuila (IEPCC)Días 26 , 27 y 28 de Septiembre de 2007, cd. de Monterrey

http://www.votobit.org.mx/


VOTE-ID 2007: “First Conference on E-Voting and Identity”
Bochum (Germany)
October 4 - 5, 2007

http://www.sirrix.de/content/pages/voteidcfp.htm


ELECTRONIC DEMOCRACY: ACHIEVEMENTS AND CHALLENGES
21-25 November 2007 - Klosterhotel, Vadstena, Sweden