sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Reforçando a Divisão Digital e Arruinando a Democracia

O tema "Custos do Voto Eletrônico no Brasil - Reforçando a Divisão Digital e Arruinando a Democracia" será discutido durante a nossa participação no V VOTOBIT, a ser realizado em Monterrey, México.


V VOTOBIT

COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE VOTAÇÃO ELETRÔNICA

Os colóquios internacionais do VOTOBIT constituem um ponto de encontro de pessoas e instituições interessadas no desenvolvimento de procedimentos eletrônicos de votação. E uma iniciativa do Observatório do Voto Eletrônico (OVE), com sede na Universidade de Leon, Espanha. Especialistas de varias áreas de conhecimento tais como direito, ciência política e informática, além de representantes de instituições eleitorais de diversos paises, são convocados para por em dia o que se passa com o voto eletrônico. Em setembro de 2007 estará sendo realizado o V VOTOBIT, tendo quatro outros colóquios ocorridos na Espanha e no México, desde 2003.

Desta feita, o V VOTOBIT está sendo organizado pelo Observatório do Voto Eletrônico (OVE), o Instituto Eleitoral e de Participação da Cidadania de Coahuila (IEPCC) e a Comissão Estatal Eleitoral Novo Leon (CEE) e será realizado na cidade de Monterrey no México.

O objetivo deste V VOTOBIT consiste de uma análise da situação atual do voto eletrônico na América Latina e contará com representantes dos principais países que implantaram e experimentaram o voto eletrônico tais como Venezuela, Brasil, Paraguai e México. Durante o encontro serão colocadas diferentes perspectivas, com apresentação em três painéis, além da conferencia de encerramento.

Será uma honra para os organizadores poder receber todos na Cidade de Monterrey, Nuevo León, México, e poder compartilhar um espaço de discussão, diálogo, conhecimento e propostas em torno do voto eletrônico.

5 comentários:

Paulo Neto disse...

Seria interessante colocar o texto completo para leitura
Cascavel, PR

Alice Freitas disse...

Estou curiosa para saber sobre isto.

Itamar disse...

O voto eletrônico ainda traz muitas dúvidas a nós usuários, por que, embora aparente ser seguro, quem pode nos garantir que esse disquetes com a devida informação da urna não possa ser substítuido por outro? E outro fator é quanto o país não gasta para ter essa votação eletrônia? Desenvolvida pelos americanos, por que eles não utilizam tal método?

Thales disse...

O uso do voto eletrônico ainda é muito duvidoso, pois nao garante q nao haverá fraude e tambem nos nao sabemos o quanto o nosso país gasta para implanta-la. E engraçado é que esse método foi desenvolvida pelos americanos e eles nem a utilizam em seu país! Pq será?!?

Tereza Lidiane disse...

O voto eletrônico surgiu com uma finalidade boa que foi a de agilizar a contagem e tornar mais rápido este processo de votação. Entretanto, culturalmente falando, o Brasil é um país constituído por um povo desconfiado. A corrupção está tão enraizada no país que tudo, ou quase tudo, que a política implanta gera muita desconfiança entre a população. É difícil encontrar algum político em quem podemos confiar cegamente, ainda mais quando se fala em luta pelo poder. E muitos fazem tudo para conseguir este título.